Guitarra e Afins

Guitarra e Afins

Sai Frejat e entra Rodrigo

O rock nacional ganha ou perde? (“guitarristicamente” falando?)

Vamos dar um passeio pelo rock Nacional, sendo mais preciso, quero falar de uma das maiores bandas do cenário nacional, a Banda Barão Vermelho.

Quem é apaixonado por rock sabe que o Cazuza foi “o cara” do Barão vermelho, e após a sua saída o guitarrista Frejat assumiu os vocais, isso foi em 1985.

Foco na carreira

Agora Frejat segue mais firme do que nunca se dedicando 100% a sua carreira solo e deixa de vez o Barão vermelho, que rapidamente já providenciou um novo vocalista, o Rodrigo Suricato, isso, aquele que participou do SuperStar da rede globo.

>>> FREJAT

Quem é Rodrigo Suricato?

Rodrigo tem 37 anos e, assim como todo bom brasileiro roqueiro que teve a oportunidade de viver o movimento rock dos anos 90, sempre foi fã de carteirinha do Barão Vermelho.

                     Rodrigo Suricato <<<

Rodrigo fala em entrevistas que aprendeu muito ouvindo os discos do Barão e tirando os solos do Frejat. Quem já tocou na noite sabe que quando o assunto é rock nacional é impossível não t
ocar Barão Vermelho, e foi essa experiencia que o Rodrigo teve na sua carreira musical.

Sentindo-se em casa

Após agendar o primeiro ensaio Rodrigo falou que algo natural, não precisou de muito esforço para o entrar no estúdio e fazer as primeiras músicas com o Barão, pois as músicas (letras, cifras e riffs) estavam todas na cabeça dele, assim como deve estar na sua cabeça também pelo menos uma meia dúzia de músicas do Barão, concorda?

Foi bom enquanto durou

Agora falando em guitarra, Frejat deixou a sua marca, o seu legado no Barão, já me peguei cantando vários solos que ele fez, foram anos muito produtivos e com muita inspiração.

Agora, falando do Rodrigo, é inegável a sua qualidade pensando como guitarrista, se você não o conhece entre no youtube e procure por banda Suricato e você verá como é marcante sua pegada, com certeza o barão voltará com uma roupagem nova e bastante interessante nessa nova fase.

O Rodrigo ainda faz parte da banda suricato, e tem agenda inclusive para tocar em Maio de 2017 no festival Lollapalooza.

Agora quero te fazer uma pergunta de guitarrista, o que você acha dessa mudança?

Será que seremos surpreendidos ou a entrada do Rodrigo será apenas trocar 6 por meia dúzia?

É isso aí, nos vemos no próximo artigo.

Abração!!!

Guitarrista de Jazz ou de Rock?

Essa é uma típica discussão de bar…

Tocar jazz na guitarra é muito mais difícil do que tocar rock, ou será o contrário? Tocar rock na guitarra é muito mais difícil que tocar jazz?

Acredito que esse assunto não pode ser discutido ao ponto de chegar a uma conclusão exata, pois ambos possuem suas características e dificuldades, no mundo da guitarra acredita-se que o fato da pessoa tocar rock ou tocar com muita técnica significa que o guitarrista é um bom, porem na maioria das vezes isso não é verdade. Quero aproveitar para te indicar um artigo que fala sobre técnicas, acesse esse site e SAIBA MAIS.

Importante!

Para ser um exímio guitarrista não é preciso tocar na velocidade da luz, a questão técnica é apenas um dos pontos que o guitarrista precisa desenvolver, a coisa mais importante é você dominar música, harmonia, escalas, arpejos, improvisação e por aí vai.

 

Um dos pontos que faz o guitarrista ser considerado muito bom é a maneira como ele combina todos os pontos que citei acima, a forma como ele utiliza tudo isso para criar improvisos que te fazer perder o chão e viajar, e não estou exagerando não, as vezes vejo guitarristas muito bons no facebook.

Nasceu pra isso

É muito comum vermos guitarristas que dedicam a vida toda treinando velocidade, e isso não está errado se partirmos do que estudar guitarra deve ser um prazer, uma diversão, se o guitarrista está feliz estudando isso, que bom pra ele, é o momento dele, quem sabe um dia ele vá sentir a necessidade de estudar algo diferente que fuja um pouco da ideia de velocidade.

Existem muitos guitarristas mega rápidos com uma bagagem musical absurda, fazendo músicas fantásticas e o mais importante disso tudo, guitarristas que sabem dosar a velocidade.

O conhecimento

O contrário também é acontece, guitarristas “normais” que tocando jazz com poucas notas mas fazendo músicas e improvisos que deixam qualquer um de boca aberta.

Após anos de estudos técnicos, alguns guitarristas sentem falta de uma sonoridade diferente, nesse momento eles acabam inevitavelmente buscando o conhecimento que geralmente os guitarristas de jazz já possuem, porém a maioria desses guitarristas ainda tocam rock e não querem deixar de lado essas características virtuoses e misturam técnica com “combinações absurdas de escalas”.

FUSION

O fusion é um estilo que mistura um pouco do rock com jazz, é como se misturasse drive, com técnica e dezenas de escalas, que é o caso do grande mestre Frank Gambale, que tem uma Musicalidade incrível, ele é o mestre do sweep picking e  faz coisas fantásticas passando pelo jazz e rock.

 

Se você já conhece o Frank Gambale você sabe do que eu estou falando, ele impressiona com a forma de combinar escalas, arpejos e transitar tranquilamente pelo braço todo da guitarra utilizando speed.

Se você já conhece arpejos com sweep você pode se perguntar assim, mas o que é que tem de tão especial nesse Frank Gambale, eu já faço sweep também, eu acho até chato e massante…

Gambale não tem esse apelido de mestre do sweep pickins a toa, ele faz combinações inacreditáveis, e o mais fantástico de tudo é a sonoridade, você consegue perceber só de ouvir as primeiras notas que é ele que está tocando.

Então é isso aí, no próximo artigo estou preparando algo especial…

Abraço!

A melhor Guitarra e Cursos Online

Qual é a melhor guitarra e o melhor curso de guitarra online?

Essa são duas perguntas que tem sido muito feitas pela internet, e acredite ou não, essa é uma dúvida muito comum até pra quem já toca guitarra ha algum tempo.

Você acha que a resposta para essas duas perguntas é:

– “Tal” e “tal”modelo ou marca é a melhor
– Não existe um curso completo de técnicas de guitarra online

Não existe uma verdade nisso, é como se fosse perguntado qual o melhor carro, existem carros horríveis, carros bons, carros ótimos, carros maravilhosos, mas o melhor carro, assim como na guitarra, depende de qual finalidade você precisa.

Guitarras são como carros

Assim como os carros, cada modelo de guitarra possui suas características próprias, e não estou falando de valores, pois obviamente que uma guitarra de R$500,00 é inferior a uma guitarra de R$5000,00

Talvez você esteja começando a tocar guitarra ou talvez você já toca a muito tempo e acha que simplesmente a guitarra uma questão de estética, porém cada guitarra serve para determinados estilos musicais, e isso é fato, porém isso não quer dizer que você não possa tocar uma guitarra específica para o estilo em outro estilo musical, não, não é isso…

Dois exemplos disso

Acontece que existem algumas guitarras que vão se encaixar perfeitamente para tocar determinado estilo musical, como por exemplo se você fosse tocar um heave metal como uma telecaster, por mais que você toque com mesma pegada e as notas todas certas, não vai soar interessante, nesse caso específico vai faltar peso, pois geralmente a guitarra modelo telecaster tem uma sonoridade mais Clean (limpa) ideal para country, blues…

Um outro exemplo que posso citar é você pegar uma guitarra de 7 cordas com uma afinação bem pesada e querer tocar um som mais “groovado” no estilo James Brown, como certeza não vai ficar legal, por mais que as notas estejam certas.

É evidente que com qualquer guitarra você pode tocar qualquer estilo, mas tocando um estilo específico com qualquer guitarra com certeza você não soará 100% o que o estilo pede, esse é o motivo pelo vários guitarristas deixam no palco vários tipos de guitarra, pois cada música ele precisará de determinado timbre, dessa forma seu som não ficará soando sempre a mesma coisa…

É muito comum, e muito mais barato e prático, os guitarristas utilizarem pedaleiras e efeitos para não precisarem de um monte de guitarras no palco, algum guitarristas querem uma unica coisa, simular a característica de algumas guitarras e até mesmo amplificadores.

E isso não é errado, pode não ser o ideal, pois não fica a mesma coisa, não tenha dúvidas disso…

Os simuladores de guitarra e amplificares são sem dúvida alguma, uma mão na roda, mas acho muito difícil um dias eles serem soarem tão fieis as próprias guitarras

Talvez você possa se perguntar assim, mas o onde que entra o curso de guitarra online?

Hoje em dia existe muita informação, e os cursos online estão surgindo um atrás do outro, porém muitos guitarristas ainda focam na aparelhagem e esquecem do principal que é como tocar.

Por incrível que isso possa parecer é uma verdade incontestável

Vejo muitas pessoas, pessoas que já tocam e que estão começando nessa jornada, focando em guitarras e aparelhagem, simplesmente não ligam a mínima pra técnica de guitarra…

…mas calma, antes que você me fale que técnica não é o mais importante quero te falar que, quando me refiro a técnicas de guitarra não estou falando de velocidade, mas sim de conhecimento de todo tipo de técnicas na guitarra, até mesmo de montar um acorde, saber harmonia, percepção, improvisação, escalas, intervalos…

Já vi inúmeros guitarristas com uma aparelhagem super top em cima do palco, porém quando começou a tocar foi um horror, além de notas erradas ele não conseguia tirar som da guitarra.

Tirar som da guitarra?

Isso mesmo, o simples fato de você ter a guitarra, o amplificador, os pedais, a palheta, os cabos, as configurações e formas de montar a aparelhagem igualzinha do Slash, você nunca vai soar igual o Slash. Não estou te desencorajando não, longe disso, mas quero que saiba que cada um soa de uma forma, e essa forma de soar de desenvolve e aperfeiçoa através do estudo.

Quando você estuda guitarra pra valer, você começa a tocar de maneira diferente, com precisão, o que chamamos de “pegada” e é justamente essa pegada que faz com que você tire timbre da guitarra.

Você já ouviu Stevie Ray Vaughan?

Pois bem, se não ouviu ouça, você vai se surpreender com a forma como ele toca, a precisão, pegada, a maneira como ele palhetar as cordas é incomparável.

Resolvi fazer esse post apenas para alertar sobre esses dois pontos muito importantes que é a desmistificação de que existe a tal “melhor guitarra” e como estudar para conseguir tirar o maior proveito da sua guitarra, fazendo com que você seja reconhecido pelo que você toca e não pelo que você usa.

Para você começa desenvolver sua técnica de forma consciente e precisa, quero te deixar um site que fala sobre os resultados que muitos alunos estão tendo ao estudar guitarra online, o site é esse aqui http://saymonnunes.com.br/curso-completo-de-tecnicas-de-guitarra.

Abração!